Você está aqui: Início » Tecnologia » Automação Residencial: principais possibilidades
Tecnologia

Automação Residencial: principais possibilidades

Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  

A automação residencial ainda é uma opção crescente, que caminha lentamente para passos cada vez mais complexos de tornar sua própria casa em um lugar tecnológico e cada vez menos dependente de sua intervenção direta para realizar tarefas.

Chegar na sua casa com a temperatura desejada, sua música favorita tocando ou não preocupar-se com as plantas e a ração dos pets enquanto está viajando já são opções realistas com a automação residencial, e cada vez mais possibilidades surgem para que as casas acompanhem e aproveitem a evolução tecnológica que já ocorre em tantos outros dispositivos e ambientes.

Saiba quais são as principais possibilidades atuais para a automação residencial, e quais as expectativas para o futuro:

Formas de controle

Uma sistema de automação residencial depende, primordialmente, da sua forma de controle. Alguns sistemas, dependendo da ação, são totalmente independentes de comandos recorrentes (como analisar o nível de insolação e regar o jardim, por exemplo). Outros dependem de ordens prévias, ou na hora da ação desejada.

As formas mais comuns de controle, quando necessário, são através do som ou de comandos computadorizados – geralmente de smartphones. Os comandos de som, por exemplo, podem depender da voz ou de palmas. Cada comando de voz ou quantidade de palmas, neste caso, representa um tipo de ordem específica para o sistema.

Já nos casos dos comandos remotos, o sistema é conectado com a internet ou uma rede interna, através da qual um aplicativo específico comanda as ações a serem realizadas. Toda a programação é feita uma única vez, bastando ordenar o que você deseja e em que momento você deseja que isso ocorra.

Controle de janelas e cortinas

Com a automação residencial, você pode fazer com que janelas e cortinas abram com um botão, um comando de voz, ou – até mesmo – um toque em seu smartphone do outro lado da cidade, caso a chuva pare e você ache uma boa ideia deixar o sol entrar.

Controle remoto de dispositivos eletrônicos

Chegar em casa ouvindo sua música favorita, ou a mesma playlist que você ouvia no carro também é uma opção. Além disso, é claro, seu café pode estar esperando por você pronto na cafeteira no momento em que entra em casa, e as luzes podem estar devidamente acesas, com alguns comandos prévios.

Controle remoto da iluminação

Existe uma situação pela qual todos já passaram ao menos uma vez: você deita na cama, enrola-se confortavelmente no cobertor para ler um livro e o sono bate. Infelizmente, no entanto, você precisa levantar da cama para apagar a luz novamente.

Com automação residencial, isso não é necessário. Basta bater palmas ou dar o comando em seu celular que as luzes apagam ou ficam na intensidade que você deseja. Isso também é útil para a temida caminhada até o banheiro durante a madrugada, por exemplo.

Ventilação e temperatura do ambiente

Você chega em casa e o calor sempre está insuportável. Quando liga, parece que nunca consegue ajustar a temperatura do ambiente corretamente. Todos já passamos por isso, certo? Com um bom sistema de automação residencial, você pode selecionar a temperatura exata do ambiente, e mantê-la neste nível por quanto tempo quiser.

Além disso, pode dar um comando remoto para que a temperatura esteja adequada desde o segundo que entra pela porta.

Programação de tarefas diárias

E se o seu jardim fosse regado automaticamente e o café já estivesse pronto quando você entra na cozinha? Por mais que pareça ficção científica, tudo isso pode ser feito com a automação residencial.

Você pode programar uma rotina, de acordo com a frequência desejada, para auxiliar em suas tarefas mais corriqueiras. Isso pode ser feito até mesmo com dispositivos já autônomos – como robôs automáticos de limpeza, que podem fazer parte da programação da rotina para limpar tudo quando você não está em casa.


Compartilhe com seus amigos!
  •  
  •  
  •  
  •  
/* ]]> */